Como fazer um esboço de pregação.

A paz do Senhor Jesus a todos. Neste Post eu te passar cinco passos para você criar finalmente os seus próprios esboços de sermões bíblicos. Eu seguiria assim o exemplo dos grandes pregadores da palavra de Deus. Vamos lá então.

O primeiro passo: Oração.

Antes de você e elaborar antes de você escrever o seu sermão é muito importante você orar e buscar a Deus. Porquê? Para que você entenda a mensagem que Deus quer transmitir a igreja. Então é necessário que você ore e busque a Deus para isso, concorda?

Eu gostaria de lembrar a você também é que a palavra de Deus é um alimento espiritual. Um dos símbolos da palavra é o pão na bíblia certo? E você quando chega uma visita por exemplo na sua casa você não vai servir um pão cru, não é mesmo?

Primeiro você prepara, você a assa e depois de preparar depois de assado você serve o pão para a visita, correto. E a palavra de Deus é o pão alimento espiritual. Então é necessário você levar o forno da oração e depois servir o teu irmão com a palavra. Por certo o nome do Senhor será glorificado e produzirá assim o efeito para qual está sendo aquela mensagem, aquele propósito.

Segundo passo: A escolha do texto bíblico.

A escolha do texto bíblico é muito importante e deve estar de acordo também com o tema e com um tipo de público de pessoas que você vai ministrar o seu sermão e ao ministrar a palavra de Deus.

Quando as pessoas te ligam para ministrar em algum lugar, a primeira coisa que deve fazer é perguntar qual a natureza do trabalho. Se é para jovem você tem que escolher um tema para jovens. Se é para casais, você leva o assunto tema para casais.

Então é muito importante você estar de acordo a escolha do tema do texto com o tipo de público que você vai ministrar a palavra de Deus.

Eu gostaria também de estar falando ainda sobre a escolha do texto é importante você evitar alguns tipos de texto muito longo, pois isso cansa os ouvintes. Também devemos evitar textos duvidosos ou que gerem polêmicas, pois isso não edificara em nada a administração do seu sermão.

Terceiro passo: a introdução ao sermão:

Você já olhou você já escolheu o texto. Agora você já estará preparado para finalmente desenvolver e escrever o seu próprio sermão. A primeira coisa que você vai fazer é o que a introdução do seu sermão deve ser breve e objetiva. Você pode começar fazendo uma pergunta ou usando um fato, como um acontecimento da sua própria vida como exemplo, uma parábola, etc. O ideal no máximo cinco minutos para a introdução. Ela deve ser bem feita porque é na introdução que você vai ganhar, é onde você vai prender a atenção dos ouvintes para que desperte neles o interesse de continuar ouvindo a sua mensagem a sua pregação.

4º passo: O corpo do seu Sermão:

No desenvolvimento do sermão é onde você vai passar a maioria do tempo. É a hora da ministração da palavra. Lembrando que o que estamos fazendo aqui é algumas anotações, desenvolvendo o seu sermão.

E para que isso fique mais prático para você é necessário você dividir o seu sermão em tópicos.  De dois a cinco tópicos, porque isso vai te ajudar a memorizar e lembrar-se dos tópicos importantes na hora da ministração.

Agora se você não quiser levar anotações para o púlpito, não tem problema. Você pode fazer o esboço na sua própria mente. Por exemplo primeiro vou falar sobre Elia. Segundo vou falar sobre ele estando no ribeiro. Terceiro vou falar de Elias estando na caverna.

Então você pode fazer os seus esboços também na sua própria mente. Mas não vejo problema nenhum se você quiser levar um resumo da anotação. É importante porque quando você estiver desenvolvendo o seu sermão, você lembrar que a sua mensagem tem que despertar nos ouvintes a necessidade deles se decidirem tomar uma decisão. Ou seja, levar sua mensagem tem que levar eles a praticar os argumentos apresentados. Porque eles devem tomar alguma ação, não ser somente ouvintes, mas sim praticantes da palavra de Deus.

Lembra das palavras de Jesus: ele disse assim o homem que ouve as minhas palavras e as pratica,  compara-lo ei a um homem que edificou a sua casa sobre a rocha, então veio o vento, veio a chuva, veio a tempestade e bateu contra aquela casa. Porém ela não caiu porque está firmada na Rocha e a rocha é Jesus Cristo de Nazaré.

5º passo: Conclusão.

A conclusão é o fechamento do seu sermão, é a reafirmação dos argumentos apresentados.  É um resumo do sermão e deve ser breve e objetivo. Não cometa o erro de dizer que já está terminando já ou que já vai parar e nunca para, nunca termina. Isso fica muito chato, muito cansativo. Na conclusão você pode fazer um convite também para que as pessoas se decidam por Cristo Jesus. Faça isso com dedicação, faça isso com muito amor e por certo o nome do Senhor será glorificado através da sua vida.

Conclusão do nosso artigo:

Então relembrando os cinco passos para você desenvolver o seu sermão. Primeiro oração, segundo a escolha do texto bíblico, terceiro a introdução, quarto o corpo do desenvolvimento do seu sermão e 5º a conclusão.

Quero dizer ainda que a palavra de Deus ela tem um poder de transformar vidas. Hoje a bíblia é o livro mais lido do mundo. Foi escrita num período de mil e 600 anos. Escrita por 40 autores, entre eles reis, profetas, sacerdotes e escribas e pescadores.

Na palavra de Deus você encontra tudo que você precisa: matemática, história, geografia, regra de três simples e composta e principalmente o plano de Deus para a salvação do homem.

irineudsf

Website: